sexta-feira, abril 08, 2005

 

 

The Odyssey

O surf como tudo na vida, não está isento dos caprichos do tempo e como consequência, também ele está em constante mutação sendo que nem todas as mudanças são positivas, dependendo obviamente, da perspectiva e espirito com que cada um vive e desenvolve a sua paixão pelo surf.




Em tempos, a busca pela onda perfeita, esse mito sempre presente na alma de qualquer surfista, resumia-se a uma prancha, um passaporte e uns trocos (ou uma mão cheia de "massa" - depende da perspectiva), que resultava em jornadas mais ou menos longas, desprovidas de qualquer tipo de obrigações, impelidas pelo espírito livre do surfista. Ele que numa carrinha, num avião ou simplesmente à boleia porventura naqueles velhos autocarros apinhados de gente, típicos do terceiro mundo, se deslocava de spot para spot sempre com um objectivo em mente: ondas... sem crowd e perfeitas!

Não que este conceito esteja ultrapassado - nunca o estará - mas nos dias que correm, um outro chamamento parece seduzir o surfista intrépido, qual marinheiro hipnotizado pelo canto das sereias. O da busca pela maior onda alguma vez surfada, na forma do pioneiro programa Billabong Odyssey, idealizado pelo jornalista de surf de 43 anos, Bill Sharp e financiado pelo colosso do surfwear australiano.

Um novo conceito de busca - uma procura incessante pela maior onda jamais surfada. Desde o advento do tow-in surf (literalmente surf a reboque) que o conceito de surf trip disparou para um nível bem mais elevado, passando da prancha, do passaporte e dos trocos, para as guns, os Waverunners de 125 cavalos e os milhares de dólares que bancam toda a logística bem como os chorudos prémios para os "cabrones con mas cojones".

Este programa da Billabong, desde 2001 já fez algumas das mais espctaculares espedições como a Cortez Bank (o fabuloso reef de alto mar a 200 milhas da costa de San Diego) e que, mais recentemente descobriu o terrivel titã mitológico Cyclops, algures na costa oeste australiana, bem como aquela que é neste momento a mais promissora costa, no que diz respeito a big wave spots - a costa do Chile (4000 kms de costa, mais de metade completamente inexplorada).


Cyclops - o Monstro mitológico (ao que parece também zarolho) que Ulisses derrotou na Odisseia de Homero, agora também domado na Billabong Odyssey de Bill Sharp.

Naquilo que parece ser mais uma das loucuras do visionário Sharp, este resolve aumentar a parada para a mítica barreira dos 100 pés - sensivelmente 30 metros - (há apenas 5 anos atrás chamar-lhe-iam louco e utópico) oferecendo 250 mil dólares a qualquer um que prove ter surfado uma onda deste tamanho (incluindo os surfistas do Billabong Odyssey).

O Billabong Odyssey continua aí na sua busca pelas maiores e mais secretas ondas do planeta, numa constante mobilidade e impressionante aparato logistico, tendo como principal objectivo fixado: os 100 pés. Muitos ainda dizem que é um limite dificil de alcançar, mas o mentor de todo este projecto não pensa o mesmo bem como a própria Billabong e os seus surfistas.

E tendo em conta, a evolução do tow-in desde há uns anos para cá parece-me que o tipo tem mesmo razão - mais dia, menos dia (parece ser Cortez Bank o local mais bem colocado para ganhar a corrida)...


Ken Bradshaw (um dos maiores big riders mundiais e pioneiro do tow-in em Maui) e Leane Beachley (seis vezes campeã mundial de surf feminino) recusaram enfrentar Cyclops (em cima) aquando da memorável descoberta desta onda pelo Billabong Odyssey. Bill Sharp diria mais tarde acerca desta onda: "There are really very few waves in the world where a wipeout is guaranteed to fuck you up, this was one of them."

Apenas Mike Parsons e Brad Gerlach não se acagaçaram e tiveram-nos no sitio para enfrentar este rolo triturador de ossos, tendo ainda assim surfado apenas umas quantas bombas dando à sola pouco depois. Pudera!!!!


De facto, a ideia do soul surfing é hoje o que sempre foi - e assim sempre continuará. Talvez o conceito de "busca pela onda perfeita" esteja nos tempos que correm num patamar acima, quebrando barreiras de tamanho, mais do que de perfeição. Mas em ambos os casos, o mistério mantém-se. Aquele mistério inexplicável da busca, o insaciável desejo de viajar, quebrar fronteiras e surfar as mais belas, potentes e secretas ondas do planeta, seja lá onde elas se encontrem.

A busca continua (com mais uns dólares à mistura).

Comments:
'Tou a aprender umas coisas giras contigo. Acredita que depois de ler este post ainda fiquei com mais respeito pelo mar (e olha que já tenho bastante, já te disse que faço mergulho de garrafas(?)) mas fiquei parva de saber que há doidos que se metem nestas ondas endiabradas!
Bolas, é mesmo preciso tê-los no lugar amigo!!! Só pelas fotos fiquei com as rótulas estrábicas, pudera se visse uma dessas ondas à frente! hehe.
Lindíssimo esse post.
Beijinhos!
Rosa
 
Bom, parece que há doidos para tudo. Mas essa busca não deturpa o verdadeiro espírito do surf? Antes de ser uma competição, é um desporto... Bjinhos****
 
bem miudo venho por este meio felicitar-te pelo teu blog,mais uma vez!as fotos...nem vale a pena comentar,elas falam por si!continua c este bom trabalho!!um grande abraço do piter,longe mas sempre perto!
 
bem miudo venho por este meio felicitar-te pelo teu blog,mais uma vez!as fotos...nem vale a pena comentar,elas falam por si!continua c este bom trabalho!!um grande abraço do piter,longe mas sempre perto!
 
gd piiter, que tás ai a curtir por itália, pena é n puderes tar por cá na queima!! ou estarás?! cá para mim ainda cá das um saltinho pa visitar o ppl e pa bbermos aí umas!! LOLOL fica bem gd piiter!!! 1abração!
 
Já viste aquele programa no AXN acerca de surf? É tipo um reality show, acerca da vivência e convivência de surfistas no Haway. Vi no outro dia e gostei mto. Mas aquelas ondas tão grandes assustam-me! Era incapaz de fazer surf!
http://sunshine.blogs.sapo.pt/
 
Grande Custóias;

Há muito tempo que não vinha dar uma vista de olhos aqui à tua "casa", mas vejo que tenho de ser mais assíduo.

Parabéns a duplicar. Primeiro pela qualidade do site em geral, e depois por manteres tão alto o Espírito dos Alentejos (de sequeiro) surfistas.

Vamos lá ver se combinamos uma surfada. Vai dando notícias lá pelo Atitude.

Abraço;
JB
 
Gostei muito do artigo sustentado por belas imagens. Vamos ao Encontro de Blogs, em Beja, a 21 de Maio? Um abraço.
 
era mm só para deixar uma beijokas enorme pa ti!!! tenho saudades pá ihihihi =))) fika bem e força aí ..=)*
 
Want more clicks to your Adsense Ads on your Blog?

Then you have to check out my blog. I have found a FREE and Legitimate way that will increase your earnings.

Come Check us out. How to Boost Your AdSense Revenue
 
a lot of premium products and services being offered for free. What’s best is that there is a seemingly
 
GROW IT YOURSELF!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?